As vantagens de se preparar no 1° e 2° anos do Ensino Médio

O processo seletivo para fazer faculdade nos Estados Unidos é bem diferente do vestibular brasileiro!

As universidades americanas levam em consideração 7 fatores ao analisar a candidatura de um aluno:

Notas do Ensino Médio (incluindo também o nono ano);

– Notas no SAT ou ACT, os exames para admissão padronizados (equivalentes ao nosso ENEM);

Nota do TOEFL, o exame de proficiência em inglês;

Atividades extracurriculares que o aluno se envolveu durante o ensino médio;

– Cartas de recomendação;

– Redações;

– Entrevista com representante da faculdade (apenas em algumas universidades);

As universidades dos Estados Unidos avaliam todos esses fatores porque elas querem ter uma visão muito mais completa de quem o estudante é, sua história de vida, seus interesses e suas motivações.

BAIXE NOSSO E-BOOK E DESCUBRA AS VANTAGENS DE FAZER FACULDADE NO EXTERIOR!

Como é possível perceber, alguns desses fatores precisam ter atenção especial desde o início do ensino médio: por exemplo, o aluno não terá a possibilidade de “voltar no tempo” e mudar as suas notas do primeiro e segundo ano do ensino médio (a candidatura geralmente é feita no 3º ano) e também pode perder a chance de se envolver em atividades extracurriculares que engrandeçam mais seu perfil acadêmico.

Além disso, o estudante pode também cometer o erro de escolher faculdades que não tenham nada a ver com seu perfil, ou aplicar para universidades que ele não terá chances reais de admissão, correndo o risco de comprometer anos de esforço por não realizar um planejamento adequado e realista.

Portanto, os estudantes que iniciam sua preparação no nono ou primeiro ano de ensino médio possuem um período de três/quatro anos para planejar sua candidatura com calma e antecedência, usar bem o tempo e obter bastante informação. 

Os alunos que iniciam sua preparação no primeiro ano do ensino médio possuem as seguintes vantagens:

– Poderão saber mais sobre o processo de candidatura antecipadamente, suas etapas e o que fazer em cada uma delas;

– Poderão ter uma visão mais madura sobre si próprios, seus objetivos e motivações;

– Poderão se envolver em muitas atividades extracurriculares que irão melhorar sua candidatura;

– Irão planejar melhor seu tempo livre, principalmente no período de férias;

– Poderão identificar quais universidades estão mais de acordo com seu perfil;

Há muita coisa a ser feita! Como se trata de um planejamento de médio a longo prazo, a presença de um mentor durante o ensino médio pode ser fundamental!

Ter um especialista para orientar o aluno em cada uma das etapas não só permite que o estudante saiba tudo o que é necessário fazer com antecedência e excelência, mas também permite que ele tenha uma preparação específica e de acordo com o seu perfil e seus objetivos, principalmente para os fatores mais subjetivos, recebendo orientação profissional de alguém que entende do assunto e já passou por todas essas fases.

DO EARLY GUIDANCE PARA HARVARD: VEJA CASOS DE SUCESSO DA PREPARAÇÃO ANTECIPADA 

Recomendamos fortemente aos estudantes que pretendem se candidatar ter algum tipo de mentoria durante o ensino médio. Na Daquiprafora, temos um programa específico de preparação antecipada, o Early Guidance, em que o estudante recebe orientação especializada que pode ser iniciada a partir do nono ano. Todos os nossos mentores são alunos ou ex-alunos de universidades do exterior. Veja mais abaixo:

Cópia de Early Guidance

 

Veja abaixo algumas faculdades onde os alunos que fizeram o Early Guidance da Daquiprafora foram aprovados:

 

ENTRE EM CONTATO COM A DAQUIPRAFORA E FIQUE MAIS PRÓXIMO DO SONHO DE FAZER FACULDADE FORA DO BRASIL!

 

 



Comentários