Como funciona o processo seletivo das universidades do Canadá? - Daquiprafora | Faculdade nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido

Como funciona o processo seletivo das universidades do Canadá?

Fazer faculdade no Canadá é uma opção popular entre brasileiros. Com um ensino superior reconhecido internacionalmente, o país tem universidades que figuram entre as melhores do mundo. E, por ser uma nação bilíngue (inglês e francês), oferece opções diversas de cursos para estrangeiros.

O Canadá também é conhecido por sua política de multiculturalismo, recebendo estudantes de vários países e integrando-os à sociedade local. O país oferece, ainda, excelentes programas de trabalho para alunos estrangeiros, tanto durante os estudos quanto após a conclusão.

Quer saber mais sobre o processo seletivo para fazer faculdade no Canadá? Continue a leitura!

Como ocorre o processo seletivo?

Os valores do investimento, bem como os processos seletivos para fazer faculdade no Canadá são semelhantes aos dos Estados Unidos. O candidato estrangeiro deve começar a se preparar com pelo menos um ano de antecedência para lidar com a rigidez e competitividade dos procedimentos.

O primeiro passo é ter certeza de que você cumpre todos os requisitos. Pesquise os cursos e programas do seu interesse e faça uma lista dos documentos necessários para cada um. Vale lembrar que a papelada para as applications de universidades de províncias diferentes pode ser completamente distinta.

Confira as etapas do processo seletivo:

Documentação

application deve ser feita diretamente no portal da universidade escolhida. No entanto, três tipos de documentos são obrigatórios, de maneira geral. São eles:

  • histórico educacional: com tradução juramentada junto a um tradutor credenciado ao Governo do Canadá;
  • testes de proficiência: deve ser oficial, como o TOEFL ou o IELTS;
  • carta financeira: necessária após a admissão.

Além disso, é exigido por lei que o estudante internacional tenha seguro de saúde por toda a duração do curso superior.

No Canadá, redação, cartas de recomendação e atividades extracurriculares, no geral, não são necessárias, exceto para application de bolsa. Testes como o SAT ou ACT nem sempre são pedidos e muitas instituições aceitam o ENEM. A nota da escola é o principal atributo do aluno.

Entrevista

Muitas instituições realizam uma entrevista de apresentação, feita em inglês. Nessa etapa, é crucial que o aluno faça uma boa preparação para mostrar o seu interesse na universidade ou faculdade escolhida, destacando o que tem a oferecer caso seja aceito.

Visto

Se tudo estiver em ordem com os documentos e a entrevista, o estudante recebe uma carta de aceitação. Então, é a hora de solicitar o visto de estudante. Esse procedimento exige documentos pessoais, comprovação de vínculos sociais e financeiros, carta de admissão da instituição e o preenchimento de formulários.

Para cursos com duração superior a 24 semanas, é necessário apresentar um exame médico que comprove o estado favorável de saúde do estudante. O médico deve ser credenciado e realizar exames de sangue, urina, raio-X e avaliação clínica.

Como lidar com a application?

Como mencionamos, o processo seletivo varia bastante de curso para curso e, também, de universidade para universidade. Você deve entrar em contato com as instituições em que deseja se inscrever para que elas enviem o application pack com as informações correspondentes à sua escolha.

Cada programa tem uma taxa de inscrição que varia de CA$ 100 a CA$ 250 (dólares canadenses), ou seja, de aproximadamente R$ 278,00 a R$ 695,00. Como os valores são um pouco altos para o câmbio brasileiro, é importante ter certeza de que você realmente quer estudar naquela instituição e que os requerimentos são cumpridos antes de enviar a application.

Depois, é só esperar.

Quais as diferenças entre os processos seletivos do Canadá e dos EUA?

Os processos seletivos em faculdades do Canadá e dos Estados Unidos são, de maneira geral, parecidos. No entanto, podemos destacar diferenças pontuais, além das relacionadas à application:

  • existe a opção Undicided, na qual o aluno pode escolher uma faculty e decidir a sua majorquando já estiver fazendo o curso;
  • a nota mínima para o TOEFL é de 85, sendo que muitas instituições exigem entre 90 e 100;
  • os preços das universidades geralmente variam entre os cursos, sendo que Business e Engenharia são os mais caros;
  • As bolsas de estudo costumas ser de valores baixos, mas algumas bolsas maiores chegam a CA$ 10.000,00;
  • algumas faculdades canadenses têm forte tradição esportiva e, também, Club Sports;
  • as maiores universidades oferecem o sistema grego de fraternidades e sororidades (Greek Life), embora em menor escala em relação aos Estados Unidos;
  • no Canadá, geralmente, são oferecidas poucas vagas de housing, por isso, é comum que os alunos morem fora do campus. No entanto, estudantes internacionais têm prioridade no housing universitário no primeiro ano do curso;
  • double-majors e major-minors são menos comuns. Geralmente, acontecem dentro de um faculty, ou entre departamentos com cursos pré-estabelecidos;
  • de maneira geral, as universidades canadenses são menos flexíveis que os Estados Unidos quanto a mudanças de major;
  • Co-op (programa de estágio exclusivo com duração entre 6 meses e 1 ano) é muito comum nos cursos de engenharia;
  • em relação às faculdades de Medicina (Med Schools), existem 17 no país. A taxa de aceitação é abaixo de 10% e algumas não aceitam estudantes internacionais. Algumas aceitam alunos que tenham começado a graduação (pre-med), mas é mais comum que os alunos tenham terminado a graduação;
  • as community colleges podem ser opções interessantes, pois o custo da anuidade é mais baixo, podendo chegar a CA$ 20.000,00;
  • além disso, é possível transferir de uma instituição para outra com um ou dois anos de curso, sendo que algumas community colleges oferecem transfer agreements para universidades de 4 anos, especialmente dentro da mesma província;
  • para ingressar numa community college, a nota mínima para o TOEFL é, geralmente, acima de 75 a 80.

O principal ranking das universidades canadenses é o MacLeans, que categoriza as universidades entre escolas que oferecem programas de Medicina e Direito, escolas com graduação e pós-graduação e, por último, escolas com maior foco na graduação.

Fazer faculdade no Canadá pode ser um importante diferencial na sua carreira profissional, assim como uma incrível experiência pessoal. Isso porque, além de poder estudar em instituições renomadas, você poderá conhecer a fundo a cultura do país, tendo uma vivência multicultural no seu curso superior.

Se interessou? Então, continue no nosso blog e leia este artigo sobre como é a vida em uma universidade no Canadá



Comentários