O que você precisa saber sobre os Midterms - Daqui pra Fora | Faculdade nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido

O que você precisa saber sobre os Midterms

Geralmente, durante o mês de outubro, as faculdades americanas e canadenses realizam os famosos e muitas vezes estressantes midterms. Contudo, há alunos (principalmente os freshmen) que não tem completa noção da importância dessa semana para seu GPA, assim como há pais que não sabem do que eles se tratam.

Os midterms nada mais são do que os exames do meio do semestre. Durante essa semana, o aluno será testado em todas as disciplinas, seja através de provas ou trabalhos com grade peso na nota final. Ou seja, ao contrário do início do semestre, os testes irão ocorrer durante um mesmo período, o que faz com que o aluno tenha que se dedicar bastante em todas as suas disciplinas.

A primeira grande diferença dos midterms para as provas que o aluno teve até então é que, dependendo da grade do estudante, há a possibilidade de várias provas acontecerem no mesmo dia. Ou seja, ter uma semana de provas não necessariamente significa que o aluno irá fazer uma em cada dia: tudo dependerá de sua grade horária. Isso pode representar um grande estresse para o aluno, que precisará se preparar muito bem para lidar com seu calendário de provas.

Toda instituição de ensino estipula previamente qual semana será a midterm week e, geralmente, os professores indicam no syllabus quando serão as datas de suas provas em específico. Ou seja, o aluno saberá com antecedência quando será a semana de provas do meio do semestre. Ter atenção a essas datas e se preparar adequadamente pode evitar uma grande dor de cabeça no futuro.

Após os midterms, o aluno receberá da faculdade a primeira prévia oficial de como estão suas notas até o momento, ou seja, de como está seu GPA naquele semestre. Os midterms são a principal referência que os alunos poderão usar para saber em quais disciplinas ele está indo bem e em quais ele precisará se esforçar mais. Além disso, o aluno terá total noção de quais serão as possíveis notas que ele poderá ter ao concluir aquelas disciplinas. Se você está com “D” em uma determina disciplina, será quase impossível você transformá-lo em “A”. Portanto, sua maior possibilidade agora será “B”.

Se você for atleta, seu treinador ficará atento a suas notas nos midterms, e geralmente o seu desempenho terá consequências. As ligas possuem uma nota mínima estabelecida para poder competir (geralmente variado de 2.0 a 2.3 em um total de 4) e, se você estiver abaixo dessa nota, ficará de fora, colocando sua bolsa em risco. Não importa se você é o melhor atleta do time: notas muito baixas não serão bem vistas pelos treinadores, e os alunos terão que se dedicar muito mais para não correr o risco de não jogarem. Não adianta ser o melhor e não poder jogar por nota.

Seja um aluno acadêmico ou esportivo, levar os exames de midterm a sério é a melhor solução para evitar surpresas e estresse no futuro. Há professores que colocam os midterms (assim como os final exams) com um peso maior que as demais provas, o que poderá ajudar ou atrapalhar, dependendo do desempenho. Preparar-se antecipadamente, alimentar-se bem e manter boas noites de sono são ótimas dicas para ser não ser surpreendido no futuro. Lembre-se: seu GPA será para sempre seu RG acadêmico.

ENTRE EM CONTATO COM A DAQUIPRAFORA E FIQUE MAIS PRÓXIMO DO SONHO DE FAZER FACULDADE FORA DO BRASIL!



Comentários