Você conhece a história do Thanksgiving e do Black Friday?

O feriado do Thanksgiving Day, ou Dia de Ação de Graças, é celebrado como um dia de gratidão a Deus pelos bons acontecimentos ocorridos durante o ano.

Historicamente, o Dia de Ação de Graças começou a ser celebrado em Plymouth, Massachusetts, em 1620, pelos pelegrinos vindos da Inglaterra para a terra nova, hoje os Estados Unidos, que fundaram a vila. A comemoração deu-se, pois, após péssimas colheitas e um inverno rigoroso (em que mais da metade dos pelegrinos morreram), os colonos tiveram uma boa colheita de milho no verão de 1621. Então, por ordem do governador da vila, William Bradford, a festividade foi marcada para o início do outono de 1621. Para comemorar, os homens de Plymouth organizaram uma refeição com patos, perus, peixes e milho no cardápio. Cerca de noventa índios, os Wampanoag, participaram da festividade, afinal eles foram os responsáveis a ensinar aos colonos como cultivar o milho e como capturar o peru, e todos comeram ao ar livre em grandes mesas.

No entanto, o feriado do Dia de Ação de Graças só passou a ser nacional em 1863, quando Sarah Josepha Hale, autora do poema Mary had a little lamb (Maria tinha um pequeno cordeiro), muito conhecido pelos americanos, convenceu o presidente Abraham Lincoln a declarar a quarta quinta-feira do mês de novembro seria o Dia Nacional de Ação de Graças. O feriado mudou de data apenas em 1939 quando o presidente Franklin Roosevelt instituiu que este deveria ser celebrado na terceira semana de novembro, com o objetivo de ajudar o comércio. Como nem todos os estados aderiram à declaração de Roosevelt (pois não era mandatória), o congresso americano estabeleceu que o Dia de Ações de Graças deveria ser comemorado definitivamente na quinta-feira da quarta semana de novembro e que este deveria ser um feriado nacional.

No dia de Ação de Graças, as pessoas costumam passar o dia com a família, fazendo grandes reuniões e jantares familiares. Neste dia têm, também, grandes desfiles e a realização de jogos de futebol americano. O principal prato do Dia de Ação de Graças é, geralmente, o peru, o que dá ao dia o apelido de “Turkey Day” (Dia do Peru), além de staffing (um milho de pão em cubinhos usado como recheio), abóbora, purê de batata, batata-doce e torta de abóbora. Estas comidas simples recordam as virtudes rústicas dos Peregrinos.

O Dia de Ações de Graça também marca o início de um dos fenômenos comerciais mais populares do mundo: o Black Friday. A teoria mais aceita é que, por volta de 1980, a polícia da Filadélfia apelidou a sexta-feira seguinte ao Dia de Ação de Graças de Black Friday pelo grande movimento de pessoas nas ruas, já que grande parte dos americanos recebia folga e aproveitava a abertura oficial de compras natalinas para ir as lojas.

Atualmente, o Black Friday é período de maior faturamento do varejo americano. No dia do evento (e que hoje se estende também para o final de semana), muitas lojas abrem bem cedo, algumas durante toda a madrugada, para atrair o maior número de consumidores através de ofertas. Milhares de pessoas aguardam em filas enormes. A popularidade do evento movimenta todo o país, sendo que os descontos oferecidos são considerados mais atrativos do que os natalinos por muitos consumidores.

O Black Friday é um sucesso tão grande nos Estados Unidos que resultou por criar eventos derivados, como o Cyber Monday (dedicado a produtos eletrônicos) e a ser adotado em países que não comemoram o Thanksgiving, como o Brasil.



Comentários