Entenda mais sobre o curso de Arquitetura e como fazer essa faculdade no exterior - Daqui pra Fora | Faculdade nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido

Entenda mais sobre o curso de Arquitetura e como fazer essa faculdade no exterior

A arquitetura mescla conceitos e conhecimentos tanto da área de exatas como da área de humanas e pode ser um bom caminho para estudantes criativos e ao mesmo tempo estratégicos — afinal, o planejamento faz parte da rotina desse profissional.

Novas possibilidades de atuação têm surgido, especialmente por conta do advento de novas tecnologias e do crescimento do debate sobre mobilidade urbana. São os arquitetos os principais responsáveis por criar e guiar as melhores saídas ao deslocamento das pessoas em contextos urbanos de forma que seja interessante à cidade e também à própria população.

Escolher um curso de graduação é algo decisivo. Além de decidir sobre o curso, é preciso considerar onde estudar — e passar os próximos quatro ou cinco anos da sua vida. Muitos estudantes consideram a saída do país em prol de uma capacitação mais elevada em universidades no exterior. Continue com a gente e saiba mais sobre o curso de arquitetura e as possibilidades que ele oferece ao ser feito no exterior!

Por que estudar arquitetura?

Se você busca formas de estimular a sua criatividade, gosta de ver os resultados do seu trabalho de forma tangível e deseja que ele tenha impacto na vida das pessoas, a arquitetura pode ser uma boa escolha. Comumente, o estudante que opta por esse curso de graduação se interessa por desenho, planejamento, organização espacial, arte e história.

A arquitetura é a disciplina que projeta ambientes internos e externos — o que vai de uma sala de estar a uma cidade inteira. Organização e comprometimento com prazos são outras características bastante exigidas desse profissional que frequentemente atua em conjunto com engenheiros e designers.

Como é o trabalho de um arquiteto?

O arquiteto encontra oportunidades tanto no mercado privado como no setor público. Esse profissional pode ser requisitado para supervisionar obras, reformas, além de planejar construções de ambientes internos e externos desde o início. Isso significa considerar todos os aspectos possíveis para que aquele seja um ambiente confortável, agradável, funcional e não agressivo ao meio ambiente.

Vamos usar a construção de uma casa como exemplo: o arquiteto será o responsável por identificar como aproveitar a iluminação natural, quais materiais utilizar na obra, como usar a área disponível e onde incluir pontos elétricos e hidráulicos. E não acaba por aí, já que ele pode ser acionado para acompanhar o desenvolvimento do projeto e garantir que tudo saia dentro dos conformes.

Atualmente, esse profissional também tem sido muito requisitado em assuntos referentes à mobilidade urbana. O debate sobre o tema tem crescido, o que aumenta a procura por profissionais habilitados a entender as implicações e a pensar melhorias ao deslocamento em contextos urbanos.

Por que estudar arquitetura no exterior?

Se você procura por uma boa capacitação, já deve ter considerado a possibilidade de fazer uma graduação no exterior, não é mesmo? Além das vantagens culturais que a experiência traz, o peso de ter uma instituição internacional no currículo conta bastante no retorno ao Brasil.

Mas não é só isso: é preciso considerar também os benefícios específicos de se fazer um curso de arquitetura no exterior. Como falamos, uma das principais disciplinas do graduando é história da arquitetura. Ao ter essa matéria fora do país — especialmente na Europa —, você fica muito mais próximo de grandes e clássicas construções da era medieval, industrial, moderna e até mesmo contemporânea.

Onde estudar arquitetura no exterior?

Para estudar arquitetura no exterior, é preciso ser aprovado em um processo seletivo, o qual varia de acordo com o país de destino escolhido e com a universidade. No exterior, o histórico escolar e atividades extracurriculares realizadas durante os Ensinos Fundamental e Médio são conferidos, assim como a nota do SAT (ou processo semelhante) e da proficiência.

As melhores universidades para cursar arquitetura no exterior são também aquelas que se destacam em outras áreas. A seguir, listamos algumas boas opções para quem quer uma vaga nos Estados Unidos, no Reino Unido e no Canadá. Confira!

Estados Unidos

  • Standford University: no coração do Vale do Silício, lidera o The World University Ranking quando o assunto são faculdades de arquitetura nos Estados Unidos. Além disso, está em quarto lugar quando analisadas todas as graduações;
  • Massachusetts Institute of Technology (MIT): muito reconhecido por suas pesquisas e inovações em diferentes áreas de exatas, o MIT também se destaca quando o assunto é arquitetura. Entre as três melhores universidades para esse curso no país, é a que tem a maior taxa de alunos internacionais: 34%; 
  • Princeton University: fundada em 1734, a Universidade de Princeton é uma das mais tradicionais dos EUA. De acordo com o The World University Ranking, é a sexta melhor universidade do mundo.

Reino Unido

  • University of Cambridge: fundada em 1209, a universidade inglesa detém prestígio semelhante ao de Harvard nos Estados Unidos. É a terceira no ranking mundial e a melhor opção para arquitetura no país; 
  • University College London (UCL): fundada em 1826, foi a primeira universidade inglesa a admitir mulheres. Está em 15º lugar no ranking mundial e tem a surpreendente taxa de 52% de alunos internacionais;
  • University of Edinburgh: trata-se da sexta universidade falante de inglês do mundo. Tem Charles Darwin entre seus ilustres ex-alunos e é dividida em três grandes áreas do conhecimento: Humanidades e Ciências Sociais, Ciência e Engenharia, e Medicina e Medicina Veterinária. 

Canadá

  • University of Toronto: ocupa o 18º lugar no ranking mundial e oferece um programa moderno e alinhado a estudos visuais e design;
  • University of British Columbia: fundada em 1908, é uma das mais tradicionais e respeitadas universidades do Canadá;
  • McGill University​: é a universidade mais antiga de Montreal e uma das poucas que oferecem aulas em inglês no Quebec. Além do renome em Arquitetura, também é bastante reconhecida por seu curso de Medicina. 

O curso de arquitetura prepara o estudante para atuar no planejamento de ambientes diversos, além de permitir a atuação na organização e no planejamento administrativo de cidades. Optar pela graduação no exterior é uma escolha que aumenta  o leque de oportunidades desse profissional depois de formado, que pode voltar ao Brasil mais requisitado ou dar sequência a uma carreira internacional.

Tem alguma outra dúvida sobre o curso de arquitetura ou sobre como se preparar para uma graduação no exterior? Deixe seu comentário abaixo! Estamos aqui para ajudá-lo!



Comentários