Entenda a importância da redação em universidades estrangeiras - Daquiprafora | Faculdade nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido

Entenda a importância da redação em universidades estrangeiras

A fase final do ensino médio é ocupada pela preparação para os vestibulares e para o ENEM, que servem como porta de entrada para universidades. No entanto, se seus planos incluem uma faculdade no exterior, o processo é completamente diferente.

Apesar de geralmente exigirem a prestação de exames de qualificação, as universidades estrangeiras adotam um método que nada tem a ver com o brasileiro. Além de avaliar o seu histórico escolar, essas instituições também podem pedir cartas de referência, entrevistas e o envio de uma redação.

Ao longo deste texto, vamos falar sobre o processo de seleção em universidades fora do Brasil. Além disso, vamos explicar a importância da redação em universidades estrangeiras e fornecer dicas para você aprimorar e treinar a sua escrita.

O processo seletivo para admissão

Enquanto no Brasil a avaliação do candidato a ingressar em uma universidade é por meio de provas como o vestibular e o ENEM, em outros países existem outros critérios. É claro que cada instituição tem suas próprias particularidades e exigências, mas existe um padrão que é seguido pela maioria. 

Antes de tudo, não pense que vai escapar fácil assim de um exame de qualificação. Nos Estados Unidos, por exemplo, todos os estudantes devem prestar o SAT, que mede os conhecimentos em leitura, escrita, história, matemática e ciências.

Parecido com o ENEM, não é verdade? Mas esse é só um dos passos no processo de admissão. Além de sua nota na prova, a universidade vai analisar suas notas no ensino médio, perguntar sobre suas atividades extracurriculares e provavelmente pedir a produção de uma redação ou, como é chamada em inglês, um essay

Esse essay pode ter temas variados, que serão definidos pela banca de avaliadores. Algumas redações pedem para que o candidato simplesmente explique o motivo pelo qual escolheu essa universidade, outras podem pedir a narrativa de um momento marcante em sua vida, outras, uma ideia inovadora. O certo é que a redação tem um papel muito importante na application.

A importância da redação em universidades estrangeiras

Se você sonha em estudar em qualquer instituição de ensino estrangeira, você precisará passar pelo processo de candidatura, conhecido como application. Esse processo é desenvolvido de forma a avaliar o candidato sem se limitar apenas a suas notas e seu histórico escolar. Por isso, as etapas de entrevista e redação são tão importantes.

A maioria das universidades pede que o candidato escreva pelo menos um pouco sobre sua trajetória, seus planos e sua motivação para estudar em tal local. Um texto bem escrito pode ser o diferencial para que a banca de admissão decida que você merece a vaga, mesmo que suas notas não sejam as melhores. Justamente por esse motivo, a preparação para o essay é fundamental. 

Para fazer uma redação de sucesso, você deve dominar a linguagem escrita do inglês, que pode ser muito diferente da conversação. Dominar normas de gramática, entender regras verbais e trabalhar em um bom desenvolvimento de texto são apenas algumas das coisas que você pode aprimorar durante o período de preparação. 

Dicas para escrever a redação ideal

Como já vimos, o essay deve receber muitíssima atenção de alguém que quer ingressar em uma universidade fora do Brasil. Além de ser um possível diferencial, o essay pode servir como critério de desempate.  O texto ideal deve mostrar ao avaliador que você domina a escrita na língua inglesa e é capaz de desenvolver bem um pensamento crítico. 

Pensando no seu sucesso, separamos algumas dicas para a produção de uma redação nota 10. Confira!

Escreva, reescreva e escreva de novo

Nada fica perfeito na primeira tentativa. Sabendo do peso que sua redação tem nas suas chances de ser aceito na universidade, você vai querer entregar o melhor trabalho possível. Para isso, não adianta se iludir e achar que vai produzir uma redação perfeita logo na primeira tentativa. 

Comece pelo rascunho. Jogue ideias no papel sem compromisso ou altas expectativas. Desse emaranhado de ideias, você vai moldando a ideia principal do seu texto, e aí sim pode partir para a execução. 

Trabalhe uma introdução forte

As primeiras palavras da redação são essenciais para atrair a atenção do seu avaliador. As primeiras linhas do texto devem ser dedicados a transmitir de forma clara a ideia do seu essay. Uma introdução que provoque um efeito wow no leitor garante uma avaliação mais generosa.

É importante lembrar que a redação deve ser estruturada com introdução, desenvolvimento e conclusão. Essa última deve trazer informações coerentes com o apresentado na introdução. 

Seja sincero e autêntico

Muitas das redações exigidas por universidades estrangeiras pedem para que o candidato escreva sobre algum aspecto de si mesmo ou de sua experiência de vida. Com isso, resista à tentação de exagerar informações ou forçar narrativas para melhorar sua imagem. 

Os responsáveis por avaliar seu essay são profissionais altamente treinados para tal tarefa. Por isso, toda sua nota pode ser prejudicada se o corretor considerar que a sua narrativa foge do compromisso com a verdade ou está enfeitada demais. Mantenha a autenticidade, seja sincero sobre a sua história e, aí, é só desenvolver uma redação bem estruturada. 

Procure por feedbacks

Os feedbacks são elementos essenciais para você saber se está no caminho certo ou se precisa melhorar alguns pontos específicos, como fluidez do texto, organização ou gramática. Receber um feedback sobre o seu texto pode fazer a diferença e facilitar a sua escrita.

Se você tem acesso a um curso de inglês ou professores da língua, procure saber se alguém pode ler e avaliar seu texto antes de seu envio. 

Entender a importância da redação em universidades estrangeiras é fundamental para que você dê o primeiro passo nessa grande mudança na sua vida. Ingressar em uma universidade no exterior não é nada impossível, mas requer planejamento e organização. 

Vale lembrar que o processo de candidatura para essas instituições pode durar mais de um ano, o que dá tempo suficiente para você organizar todos os seus documentos, fazer seus planos e trabalhar para conseguir boas notas e uma redação que sirva como um bom diferencial.

Sonha em estudar no exterior? Quer saber mais sobre o que essa incrível experiência pode oferecer? Não deixe de baixar nosso e-book para descobrir as vantagens de fazer faculdade no exterior!



Comentários