Entrevista com Juan Julio Teles, aluno Daqui pra Fora aprovado em early admission em Dartmouth, uma faculdade da Ivy League

O momento de escolher para quais universidades aplicar é desafiador devido às inúmeras possibilidades de excelentes universidades que podem encantar os alunos. Nos perguntam como a Daqui pra Fora auxilia nesse momento, no preparo da chamada ‘college list’ e como auxiliam o estudante a encontrar as melhores opções para si.

Pois bem, nada melhor do que perguntar diretamente a um aluno da Daqui pra Fora como foi feita a escolha do seu curso e universidade. Juan Julio Teles, aprovado em admissão antecipada na Universidade de Dartmouth, nos conta como chegou na decisão de cursar Government e Economics em uma Ivy League. Para ele, o apoio do time da DpF foi fundamental ao compreender suas inclinações e talentos pessoais para a área, bem como ele teve seus anseios profissionais incentivados para selecionar a Dartmouth como principal escolha  de candidatura no early admission

Confira:

  • Com relação às suas applications, como foi o processo de escolha das universidades? 

Juan: Então em relação às minhas aplicações eu queria primeiro começar falando que meu time foi fenomenal,  a Ana e a Ju. Elas e a Gabi também, que foi a minha orientadora de redações, foram peças tão chaves na minha candidatura,  eu tenho certeza que não teria passado em Dartmouth se não fossem elas, não fosse a paciência delas em entender as minhas necessidades, porque acaba que eu tive uma trajetória muito diferente na minha aplicação e teve muitas partes que eu precisei entender,  partes burocráticas que eu não fazia ideia. Em agosto as meninas tiveram uma reunião comigo explicaram tudo direitinho e clarearam a situação para mim. E vamos dizer que salvaram o meu futuro a minha candidatura. 

 

  • Quais foram os principais fatores que levaram a escolha da universidade?

Juan: A minha escolha de universidade foi por eu ser um dos candidatos da  Daqui para Fora que precisa de bolsa de 100%. Eu estava bem consciente de que eu precisaria ter uma candidatura estelar para as top colleges. Para mim, a faculdade que sempre me chamou atenção foi Dartmouth, tanto pela comunidade, quanto pelo plano acadêmico.

A flexibilidade, as aulas, e, é claro, o prestígio de ser uma faculdade da Ivy League, uma das potências acadêmicas mais influentes no mundo todo. E era mais ou menos outubro, quando eu comentei com as meninas, principalmente com a Ju, que Dartmouth era a faculdade que eu queria aplicar para o meu Early Decision. E eu tinha certeza disso, e foi uma escolha que todo o time apoiou. Super concordaram, me incentivaram e me ajudaram a conseguir terminar minha candidatura para a Dartmouth a tempo, o que foi essencial, as redações com a Gabi e tudo, enfim.

 

  • Com relação ao curso, como foi a escolha? 

Juan: Em relação ao curso, o que me levou a considerar foram todos os interesses que eu tinha desenvolvido durante o meu ensino médio. Um projeto de pesquisa também que eu desenvolvi relacionado a análise socioeconômica e a aplicabilidade do social empreendedorismo na Bahia e toda essa questão de usar economia através de políticas públicas socioeconômicas para empoderar comunidades de baixa renda, principalmente comunidades pesqueiras. E tudo isso me levou a pensar na economia relacionada à geografia e como eu poderia explorar isso. Também explorar uma uma tangibilidade da economia com a geografia em questões internacionais, por exemplo, políticas econômicas relacionadas ao Mercosul. 

 

  • Por que escolheu fazer esse curso em Dartmouth especificamente? 

Juan: Eu acho que o Departamento de Geografia em Dartmouth, tanto de Economia, me permitiria explorar todas essas coisas, então acaba que são coisas que eu já tinha muito interesse, geografia, relações internacionais, economia, que eu vi como meus possíveis majors.

Antes eu pensava muito em ir para Law School, o que talvez eu ainda penso, é algo que seria um plano que eu quero explorar ainda na faculdade, ver se é uma possibilidade, mas com os cursos iniciais que eu escolhi agora de bacharel é realmente a exemplificação dos meus interesses.Todas os meus interesses podem ser exploradas em Dartmouth e o double major traz à tona tudo isso, sabe? 

Então a escolha veio da experiência que eu tive durante o ensino médio, o projeto de pesquisa que eu desenvolvi, o clube de relações internacionais que eu fundei na minha antiga escola. Também ter vindo para a Polônia para fazer um study abroad aqui na escola, na Boarding School mais prestigiosa do país, em que eu peguei aulas em Politics, History e Spanish.

 

  • Como foi que a elaboração de uma college list te auxiliou no processo? 

Juan: O que me levou a considerar até os nomes também foi a lista inicial que a Ana fez para mim que foi essencial para eu entender exatamente as colleges que se aplicavam ao que eu queria. A lista incluía as melhores faculdades dos Estados Unidos, mas que eram de acordo com o meu perfil e ofereciam os cursos acadêmicos e o prestígio acadêmico que eu estava procurando, sabe?

Lembro que ela sempre falava muito que eu precisava de uma faculdade que honrasse toda a minha trajetória até hoje e foi uma coisa que me marcou muito e uma coisa que eu senti muito cuidado da equipe em escolherem faculdades que realmente se alinham com o meu perfil, que se alinham com o Juan como pessoa, com o Juan como estudante, com o que o Juan procura academicamente. E isso foi essencial.

Eu direi que a primeira lista foi o que me fez considerar as universidades, e então depois já esse desejo para o Dartmouth no early decision e todo o suporte do time que me fez escolher e considerar esses nomes. É claro que ter passado em Dartmouth  foi 100% graças ao meu time DpF. E também ao meu projeto de pesquisa. 

 

  • Poderia contar mais sobre o seu projeto de pesquisa e como influenciou na escolha do curso?

Juan: E o meu projeto de pesquisa que foi basicamente escrever não só um artigo de pesquisa, mas também criar um sistema sustentável na comunidade pequena mais marginalizada da Bahia, em que os resíduos de sardinha dessa comunidade são levados a um local de tratamento, transformados em uma farinha proteica que é levada para indústrias de pets, que acaba que torna todo um ciclo sustentável socioeconômico.

A ideia  final do meu projeto é utilizar o lucro desse ciclo sustentável para beneficiar as mulheres, as pessoas pesqueiras, a comunidade socialmente marginalizada do porto dessas sardinhas. E toda essa questão socioeconômica me pegou muito para escolher a economia como um curso. E todas as conquistas através disso, e as parcerias com o SESE, com a FIEB, com a CENIC, com a Confederação Nacional….acho que eu falei assim, ‘puts’, é uma coisa que super me daria muito bem, economia é algo que eu gosto, e também geografia, a questão da análise socioespacial, análise socioeconômica, e eu falei, “eu acho que esses são os cursos”.

 

  • Quais suas expectativas para estudar e morar fora?

Juan: Atualmente eu estou extremamente animado pra ir pra Dartmouth, eu diria que eu olho o portal de… que vê a carteira de aceitação e as informações quase todo dia, e fico toda hora esperando atualizações, mas… só vai sair depois de março, eu acho, não sei. Enfim, eu estou muito animado e… Eu já fico escolhendo as aulas pro major, pensando em quais dining halls vão ser meus favoritos, olhando o mapa da faculdade… Enfim, eu acho que toda pessoa que passa tem essa grande animação pra ir, e essa grande expectativa. E eu estou com muitas, muitas expectativas mesmo de como é que vai ser.

 

A Daqui pra Fora parabeniza Juan pela sua aprovação. Desejamos que sua jornada acadêmica continue sendo brilhante e excepcional!

Mentoria em Grupo: Todos os tipos de bolsas de estudo que existem

Preciso ter notas 9 ou 10 para conseguir bolsa? Quais critérios são levados em consideração? Quais são os tipos mais comuns de bolsas? Como são as bolsas por mérito? Existem bolsas de 100%?

21.05

19h00

Mentoria em Grupo: 14 Casos Reais – Mercado de Trabalho & Graduação no Exterior

Em quais cursos e universidades se formaram, como foram as notas, tiveram oportunidade de fazer estágio durante as férias, se envolveram ou não em projetos durante a universidade, colocaram em prática o que estavam aprendendo na teoria, como foram as transições para o mercado de trabalho, onde e com o que trabalham hoje. Nesse webinar falaremos também sobre visto de trabalho no exterior, dicas de como se preparar para trabalhar fora do país depois de formados. Além disso, traremos informações de como se preparar para voltar para o mercado de trabalho brasileiro caso o interesse seja voltar.

28.05

19h00

Quer receber mais informações sobre Faculdade no Exterior?