Estudantes fazendo atividades extracurriculares cientificas.

Atividades Extracurriculares: o que são e quais fazer?

Além de notas escolares, teste de proficiência em inglês, redações e cartas de recomendação, outro importante critério utilizado pelas universidades no exterior durante o processo de candidatura de seus novos alunos são as atividades extracurriculares, por isso é importante entendê-las.

Vale ressaltar que um cuidado importante é não achar que é preciso fazer muitas atividades extracurriculares para conseguir a aprovação.

O essencial é participar ativamente de atividades que façam sentido para o seu perfil e para a área de formação desejada.

Veja a seguir o que são atividades extracurriculares e quais podem ser feitas para tornar a sua application ainda mais forte.

O que são atividades extracurriculares?

Tudo o que o estudante faz fora de sala de aula pode ser considerado uma atividade extracurricular, o importante é alinhar essas atividades ao perfil do aluno e ao curso que ele pretende fazer na universidade para dar mais significado a elas.

As atividades demostram o quão engajado o estudante é fora do ambiente escolar e o quanto ele poderá se desenvolver no ambiente acadêmico oferecido pela universidade.

Quanto mais competitivas forem as universidades, mais exigentes elas serão em relação às atividades extracurriculares, já que o nível acadêmico dos candidatos que aplicarem será muito próximo e esse pode ser um fator de diferenciação. 

Ainda não começou suas atividades e não sabe no que focar? Conheça os 4 tipos mais comuns de extracurricular activities que são aceitos e ajudam a fortalecer a sua candidatura.

No webinar abaixo, você encontra informações relevantes sobre as atividades extracurriculares:

1. Olimpíadas científicas

As olimpíadas de conhecimento ou científicas são competições que têm o propósito de premiar aqueles estudantes que competitivamente apresentam projetos e habilidades melhores nas áreas de física, química e biologia, por exemplo. Essa competição pode acontecer durante o ensino fundamental ou ensino médio.

As olimpíadas científicas são avaliadas a nível nacional e internacional. Nesse último caso, as universidades norte-americanas dão bastante atenção.

Isso porque para elas é importante admitir estudantes que foram valorizados internacionalmente com iniciativas do meio científico, demonstrando talento excepcional em diversas áreas do conhecimento.

2. Ações na comunidade

Essa é mais uma das atividades extracurriculares. Trata-se de participar de atividades realizadas junto a grupos da sociedade em que você vive.

Isso significa que você pode se envolver no planejamento de eventos da comunidade ao seu redor, como jantares beneficentes, ou apoiar a condução de trabalhos voluntários.

Isso demonstra que você é uma pessoa que exerce a cidadania e tem proatividade a fim de ajudar a sua comunidade. Com essa postura, você ganha pontos na sua candidatura para estudar nos Estados Unidos.

3. Clubs

Nos EUA, os clubs são muito comuns. Não se trata de lugares para praticar esporte ou lazer. Na verdade, são grupos de estudos que reúnem pessoas com os mesmos interesses.

Essa é mais uma das extracurricular activities que contam muito na hora de se candidatar a uma vaga em uma universidade americana.

Então, participe de grupos de estudo de idiomas, de robótica, química ou até mesmo faça parte de um coral. O importante é se integrar a um grupo que tem a ver tanto com o seu perfil pessoal quanto acadêmico.

4. Governança

Você gostaria de fazer parte de comissões escolares, conselhos ou grêmios estudantis, mas não consegue entender qual é a vantagem de fazer parte disso?

Saiba que essas são atividades extracurriculares valorizadas para uma candidatura em instituições de ensino nos EUA.

É muito importante apresentar esse tipo de capacidade de governança, uma vez que as instituições prezam por estudantes participativos e presentes em questões políticas.

O que fazer agora?

Esses foram apenas alguns exemplos de atividades extracurriculares, agora é importante que o aluno entenda o que faz sentido para seu perfil e com o que mais se identifica.

Vale lembrar que o essencial não é apenas qual atividade você fez, mas como a realizou. Fazer algo que tenha significado para você e que possa te levar a posições de liderança serão valorizadas pelas universidades.

Afinal, as instituições de ensino buscam alunos com perfis parecidos com os delas e ser genuíno nessa etapa da candidatura te ajudará a ser aceito nas universidades que de fato combinam com você e elevará as possibilidades de sucesso dessa jornada.

Quanto antes você se preparar e começar a pensar nas atividades extracurriculares, mais força terá sua candidatura. Que tal começar agora?

Quer receber mais dicas para se dar bem em uma candidatura de universidade no exterior? Então assine a nossa newsletter!

Mentoria em Grupo: Todos os tipos de bolsas de estudo que existem

Preciso ter notas 9 ou 10 para conseguir bolsa? Quais critérios são levados em consideração? Quais são os tipos mais comuns de bolsas? Como são as bolsas por mérito? Existem bolsas de 100%?

21.05

19h00

Mentoria em Grupo: 14 Casos Reais – Mercado de Trabalho & Graduação no Exterior

Em quais cursos e universidades se formaram, como foram as notas, tiveram oportunidade de fazer estágio durante as férias, se envolveram ou não em projetos durante a universidade, colocaram em prática o que estavam aprendendo na teoria, como foram as transições para o mercado de trabalho, onde e com o que trabalham hoje. Nesse webinar falaremos também sobre visto de trabalho no exterior, dicas de como se preparar para trabalhar fora do país depois de formados. Além disso, traremos informações de como se preparar para voltar para o mercado de trabalho brasileiro caso o interesse seja voltar.

28.05

19h00

Quer receber mais informações sobre Faculdade no Exterior?