Estudante saindo de moradia estudantil carregando material de aula.

Como funcionam as moradias estudantis no exterior?

Estudantes internacionais lidam com uma série de novidades quando chegam à universidade: novos professores, novas aulas e matérias, um dia a dia cheio de alternativas, muita gente nova ao redor, um idioma diferente, tudo isso longe de casa, da família, em um lugar desconhecido.

No meio desse turbilhão, um dos principais desafios é “onde vou morar?”. Afinal, não importa o que você estuda, o que você faz fora da sala de aula, com quem você convive, é para “casa” que você e todos os estudantes vão no final do dia. Para quem estuda no exterior, essa casa pode ser a moradia estudantil

Para quem é a moradia estudantil?

Alunos internacionais podem morar dentro do campus ou fora dele, em apartamentos alugados. As moradias estudantis dentro do campus são mais comuns nos Estados Unidos.

Inclusive, grande parte das universidades americanas exigem que os alunos de primeiro ano (freshman) morem nos residenciais dentro do campus. A partir do segundo ano eles podem escolher se continuam no campus ou se preferem morar fora.

Na Europa, é mais comum os estudantes morarem fora do campus, geralmente perto da universidade, em apartamentos alugados.  

As duas opções são experiências com características distintas. A escolha, quando ela é possível, deve se basear nas preferências, no estilo de vida, na personalidade e nas expectativas do aluno.

É, portanto, uma questão bastante pessoal. É importante também colocar na balança os prós e contras de cada uma dessas vivências, além, claro, das possibilidades financeiras de cada um.

Vantagens e desvantagens da moradia estudantil

Principalmente para quem está chegando, há muito mais vantagens que desvantagens em morar no campus. Primeiro, a interação com outros alunos e com os professores é muito mais intensa e estar 24 horas por dia no campus faz com que o aluno participe mais das atividades disponíveis fora das salas de aula.

Ou seja, a famosa “school life” é bem mais intensa para quem mora no campus. Tudo isso faz com que a adaptação do estudante seja um processo mais rápido e bem mais tranquilo. 

Estudos especializados indicam que quem mora no campus tem mais probabilidade de permanecer na faculdade até a formatura, mais interesse em fazer pós-graduação e avaliam mais positivamente a experiência universitária.

Morar no campus ainda facilita o dia a dia, fazendo o tempo render mais. Afinal, você vai estar mais perto de tudo, como das aulas, das instalações esportivas e de lazer, dos refeitórios, bibliotecas, perdendo, assim, bem menos tempo com os deslocamentos.

Até para estudar é bom. Morando no campus você certamente vai encontrar alunos da sua área de estudos com quem você vai poder compartilhar leituras e até trabalhos.

Quem mora em apartamentos fora do campus afirma que algumas vantagens desse tipo de moradia é ter menos barulho e mais privacidade. O aluno tem mais liberdade, independência e espaço.

Pode, inclusive, ter seu próprio quarto e banheiro, e escolher com quem vai morar. A autonomia é maior, porque precisam organizar a casa, fazer compras, cozinhar, pagar contas e planejar os trajetos para as aulas. Além disso, eles podem vivenciar mais intensamente a vida na cidade e a cultura local. 

A escolha do tipo de moradia depende, portanto, de vários fatores e é muito particular. Antes de mais nada, é fundamental pesquisar as regras da sua universidade e as opções que ela oferece.

Depois, faça um balanço entre as suas preferências, suas expectativas, as possibilidades financeiras da sua família e os prós e contras de cada opção.

Mas lembre que esta não é uma escolha definitiva, sua vida lá fora muda conforme o tempo vai passando. O importante é tentar construir a melhor experiência possível para você.  

Como funciona a moradia no campus

Os residence halls das universidades se modernizaram bastante nos últimos tempos. Não se resumem mais a pequenos quartos com uma cafeteria no térreo. Hoje eles oferecem tudo que um estudante precisa para estudar, interagir e ao mesmo tempo se sentir em casa. 

A organização de cada um varia de instituição para instituição. Em geral, o aluno divide um quarto com um ou dois roommates e os banheiros são compartilhados com um ou mais quartos ou mesmo com o corredor inteiro. A lavanderia é comunitária. Homens e mulheres geralmente ficam em instalações ou em andares separados.

Existem residence halls organizados por áreas de estudos, como engenharia ou business, por exemplo, o que facilita bastante em relação aos estudos. Há também universidades que dedicam residence halls só para os calouros (freshman), que são bons para interação.

A administração do dorm é responsável por escolher quem será o seu roommate, bem como por possíveis trocas de quartos. A escolha é baseada nas informações contidas nos questionários respondidos previamente pelos alunos.

Você não sabe, portanto, quem será seu roommate até chegar na universidade. Pode ser alguém do México, da China, da Alemanha, de qualquer país, ou mesmo alguém do próprio país em que você está estudando. 

Os quartos já são mobiliados, com camas, armários e escrivaninhas. Você não tem que se preocupar com isso, o que é outra vantagem, especialmente para quem está chegando. 

Os dorms têm áreas de convivência, que variam muito de prédio para prédio e de universidade para universidade. Mas certamente no seu dorm você vai ter onde encontrar as pessoas para conversar, estudar, se divertir e comer. 

Existem alguns residenciais dentro das universidades que oferecem moradias em forma de apartamentos. Neles os alunos têm, além dos quartos (que podem ser individuais ou não), banheiro, sala e uma pequena cozinha. É uma outra forma de moradia compartilhada dentro do campus. 

Tanto os dorms quanto os prédios com apartamentos dentro das universidades têm suas próprias regras de convivência. É muito importante conhecê-las e respeitá-las.

Conheça alguns on-campus residence halls

Uma pesquisa feita com os próprios estudantes indicou que a Washington University, em St. Louis, Missouri, tem o melhor college dorm dos Estados Unidos. A universidade oferece opções de housing que misturam tradicional e moderno, incluindo espaço apenas para freshman (calouros) e sophomore (segundo anistas), o South40.

Conhecido como “a casa fora de casa”, o South40 tem um centro de tecnologia, instalações esportivas, incluindo academia e quadras de basquete e de vôlei de areia, além de restaurante e salas de convivência.

Em segundo no ranking aparece o housing de TCU (Texas Christian University). A universidade, localizada em Fort Worth, no Texas, oferece moradia no campus específicas para calouros, segundo, terceiro e quarto anistas.

TCU ainda está em 3o lugar na importante avaliação Princeton Review sobre melhor qualidade de vida e faculdades mais bem administradas.

Em terceiro lugar em relação às melhores moradias estudantis nos Estados Unidos aparece a Emory University, que fica em Atlanta, Georgia. Além do fácil acesso a uma das maiores cidades do sul do país, Emory disponibiliza em suas moradias lavanderia grátis e cozinhas modernas na sua área comum. 

Como funciona a moradia fora do campus

A maioria das moradias fora do campus são apartamentos alugados, geralmente próximos à universidade ou com fácil acesso a ela. Alguns pertencem ou são administradis pela própria universidade, mas a maioria são particulares.

Na Europa eles são mais comuns porque poucas universidades oferecem moradia dentro do campus. Nos Estados Unidos, morar fora do campus costuma ser opção bastante comum para os alunos mais experientes. 

Os residence halls fora das universidades, sejam eles particulares ou administrados pela instituição, têm geralmente toda estrutura para receber os estudantes. Isso inclui área de convivência (sala de TV, jogos, jardins…), salas de estudos, lavanderia, e cozinha coletiva.  

Nos apartamentos, você geralmente tem seu próprio quarto e às vezes seu próprio banheiro, tendo, assim, mais privacidade. A sala e a cozinha são compartilhadas por todos os moradores do apartamento.

Os apartamentos já vêm com camas, armário e escrivaninha nos quartos. Alguns ainda podem ter roupa de cama, toalhas, wi-fi, utensílios de cozinha etc. Mas isso varia bastante de lugar para lugar. 

É muito importante uma boa pesquisa antes de definir para onde ir.

Conheça algumas moradias fora do campus

Um dos melhores e mais modernos residence halls para estudantes na Europa fica na Holanda, próximo à Utrecht University.

Diferentemente dos tradicionais, este residence hall é construído no estilo com  containers, todos bem coloridos, e tem 300 apartamentos individuais, de 16m2 cada, super aconchegantes e confortáveis. A área comum tem um café, lavanderia, bicicletário, instalações esportivas e de lazer.

Em Madrid, o Residencia Galós abriga 370 estudantes de diversas universidades da capital da Espanha. E em Munique, na Alemanha, a Vila Olímpica, construída para a Olimpíada de 1972, foi reformada entre 2007 e 2009 e transformada em um moderno hub de moradia para estudantes. São 1800 apartamentos, com tudo que os estudantes precisam em termos de dia a dia e de lazer.

Na Califórnia, nos Estados Unidos, o The Laureate fica a poucos quarteirões da prestigiada UC Berkeley, na icônica Telegraph Avenue, ou seja, no coração da cidade.

Os  apartamentos no The Laureate têm 3 ou 4 quartos, cada um com duas camas, 2 banheiros, todos mobiliados e com utensílios modernos, inclusive com lavadora e secadora de roupas.

O prédio tem bicicletário, academia, rooftop e várias áreas de convivência, incluindo uma sala de estudos high-tech. 

Com o apoio da Daqui pra Fora, você tem todo o suporte sobre moradia antes do embarque para a universidade.

Mentoria em Grupo: Faculdade no Exterior

Planejamento, preparação e bolsas de estudo. Entenda o modelo de ensino, conheça os cursos disponíveis, o passo a passo do planejamento, da preparação e como funcionam as bolsas de estudo.

19.06

19h00

Webinar: Programa de Programa de Preparação Antecipado Daqui pra Fora (Early Guidance)

O que é, como funciona, formato, módulos, tópicos abordados, exemplos práticos, relatórios, controle da evolução, casos de sucesso. Conheça o que é feito, como é feito. Conheça também alguns de nossos mentores.

25.06

19h00

Quer receber mais informações sobre Faculdade no Exterior?