Conheça 4 alunos notáveis da universidade de Princeton - Daquiprafora | Faculdade nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido

Conheça 4 alunos notáveis da universidade de Princeton

Um astronauta, um presidente, o criador da marca mais valiosa do mundo e o pai da computação. O que todos têm em comum? Fazem parte da extensa lista de alunos notáveis da Universidade de Princeton. 

Fundada em 1746, a instituição, que já teve Albert Einstein em seu corpo de professores, é a quarta mais antiga dos Estados Unidos. Além de sua história e tradição, Princeton University é considerada a melhor universidade do país, deixando para trás gigantes como Harvard, Yale e Stanford. 

É natural que a excelência oferecida pela instituição resulte na formação de profissionais incríveis, não é verdade? Ao longo deste artigo, vamos listar e comentar quatro dos principais ex-alunos de Princeton. Confira!

Quem são os alunos notáveis da Universidade de Princeton?

Você sabe o que significa alumni? É o termo utilizado nos Estados Unidos para se referir aos alunos já graduados de uma determinada faculdade. E lá, isso tem muito valor. É comum que grupos de ex-alunos contribuam com doações e investimentos em suas escolas de formação. 

No quesito alumni, Princeton tem uma lista de fazer inveja. Já em sua primeira turma de graduados, estava James Madison, quarto presidente da história americana e homem considerado pai da constituição. Deu para ver que o nível é alto, né? Vamos apresentar agora mais 4 pessoas que saíram de Princeton direto para a história. Confira!

1. Michelle Obama

ex-primeira-dama da Casa Branca é detentora de um diploma de Estudos Afro-Americanos em Princeton, além de posteriormente se formando em direito em Harvard. Primeira afrodescendente da história a chegar ao posto de primeira-dama, Michelle já era uma advogada de sucesso antes de conhecer seu marido, Barack Obama.

Muito engajada em causas sociais, desenvolveu o centro de serviço comunitário da Universidade de Chicago, onde atuava como reitora associada. Após deixar a Casa Branca, Michelle Obama lançou um livro contando sua trajetória, que se transformou em best-seller já no primeiro dia. 

2. Jeff Bezos

Jeff Bezos é o criador, presidente e CEO da Amazon, atualmente considerada a marca mais valiosa do planeta. A companhia começou como uma simples livraria online, mas se atualizou e se expandiu para uma variedade de serviços, incluindo o Amazon Prime Video, principal concorrente da Netflix. 

Bezos se graduou pela Universidade de Princeton em 1986, com diplomas em engenharia elétrica e ciência da computação. Antes de fundar a Amazon, trabalhou na bolsa de valores de Nova York por um período de oito anos. Hoje, é considerado pela Forbes o homem mais rico do mundo, com fortuna avaliada em 160 bilhões de dólares. 

3. Alan Turing

Você já assistiu ao filme “O Jogo da Imitação”? O longa, que foi premiado com um Oscar e está disponível no Netflix, conta uma parte da vida de Alan Turing, PhD em matemática pela Universidade de Princeton.

Seus efeitos influenciaram diretamente a criação do computador moderno, além de terem sido muito importantes para a inteligência artificial. Apesar de ter falecido em 1954, o trabalho de Turing é extremamente relevante até hoje, principalmente no campo da computação. 

4. Charles “Pete” Conrad

Obter o diploma em engenharia aeronáutica pela Universidade de Princeton foi apenas o primeiro passo para esse homem, que estaria presente em um dos maiores saltos da humanidade. Nove anos após sua graduação, Pete Conrad foi admitido na NASA. A partir de 1968, fez parte da missão Apollo, que levou o homem à Lua pela primeira vez. 

Em novembro de 1969, 4 meses depois de Neil Armstrong pisar em nosso satélite natural pela primeira vez, Pete Conrad comandou a segunda ida humana à Lua. Na ocasião, o allumni de Princeton garantiu seu lugar na história ao se tornar o terceiro ser humano a deixar sua pegada na superfície lunar. 

Deu para ter uma ideia que a lista de alunos notáveis da Universidade de Princeton é extensa e incrivelmente variada, não é verdade? A qualidade de ensino, respeito à tradição e o investimento em pesquisas são diferenciais para a universidade americana, que aumenta cada vez mais seu prestígio graças aos feitos de seus ex-alunos. 

Já se imaginou estudando em uma das grandes instituições de ensino dos Estados Unidos? Então fique conosco e entenda tudo sobre o processo seletivo das universidades estadunidenses



Comentários