Saiba Como é o Processo Seletivo das Universidades no Canadá - Daqui pra Fora | Faculdade nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido

Saiba Como é o Processo Seletivo das Universidades no Canadá

Quando pensamos em conciliar qualidade de ensino e qualidade de vida, o Canadá é um dos primeiros países a serem considerados. Algumas das melhores universidades do mundo, segundo o Ranking Times Higher Education, ficam no Canadá, como a University of Toronto, University of British Columbia ou ainda a McGill University.

Quer saber mais sobre as universidades canadenses e como é processo seletivo para entrar em uma delas? Continue a leitura.

As Vantagens de Fazer uma Faculdade no Canadá

A qualidade do sistema de ensino é reconhecida mundialmente por apresentar um alto desempenho escolar. Além disso, as universidades do Canadá têm muitos alunos estrangeiros em suas turmas e se preocupam com a igualdade de acesso, o que torna o ambiente mais receptivo aos estudantes internacionais, e isso vai além da universidade.

Os estudantes que pretendem ficar no país após a graduação conseguem a permissão de maneira mais fácil que em outros países. Em até 90 dias após a conclusão dos estudos, basta o estudante solicitar o Post Graduation Work Permit (PGWP). Essa é uma permissão de trabalho que pode te dar permanência entre um e três anos no Canadá, dependendo da duração total da sua graduação.

Outro atrativo são os custos que, em geral, são mais baixos se comparados à outras opções no exterior, como por exemplo, universidades nos Estados Unidos. O país ainda é um dos mais seguros para se viver e em algumas regiões é possível praticar não só o inglês, mas também o francês.

Como fazer então para estudar no Canadá? Conheça as etapas do processo seletivo.

Processo Seletivo Das Universidades No Canadá

É muito comum que cada universidade canadense defina seus próprios critérios de avaliação, por isso não há um processo padrão para todas. A seguir você vai encontrar todas as etapas que podem aparecer em uma candidatura para estudar nas instituições do país, mas é sempre importante consultar o que a instituição, para onde você deseja se candidatar, solicita.

Notas Escolares

As universidades canadenses avaliarão as suas notas durante os últimos 4 anos na escola – o histórico escolar – a fim de verificar seu grau de dedicação com os estudos, ou seja, quanto maior for suas notas, maior a chance de você ser aprovado nessa primeira etapa.

Existe um sistema para converter as notas em uma média final que sirva de referência, o GPA (Grade Point Average). Essa é uma das principais diferenças do sistema brasileiro, já que por aqui os alunos deixam para focar nos estudos apenas quando se preparam para o vestibular.

Nota do TOEFL

Você precisará realizar também o TOEFL (Test of English as a Foreign Language), que é o exame que comprova sua proficiência em ler, escrever, entender e falar inglês. Isso mostrar às universidades que você está apto para frequentar as aulas e acompanhar o conteúdo no idioma.

Cada instituição define uma nota mínima exigida para que o candidato possa concorrer à vaga no curso desejado, e esse costuma ser um pré-requisito para quase todas as universidades no Canadá. As faculdades mais competitivas pedem notas acima de 80 ou 90 pontos e o aluno não pode tirar menos que 20 pontos em nenhuma das quatro partes da prova.

Nota do Enem e do SAT/ACT

Além das notas escolares, a maioria das universidades canadenses aceitam a nota do ENEM como um dos critérios de avaliação do processo. Ou seja, ao prestar o Exame Nacional do Ensino Médio no Brasil, você pode aproveitar essa nota e utilizá-la para sua candidatura no Canadá. A nota utilizada no application deve ser a nota do ano anterior à candidatura.

Algumas universidades também podem exigir que o estudante realize um dos exames padronizados — chamados de SAT ou ACT.  Não são todas as universidades do Canadá que exigem as notas desses testes, mas é bom conhecê-los, pois são como um “vestibular”, utilizados na avaliação da admissão. E se suas notas forem boas, pode ser um diferencial positivo.

O SAT é composto por três partes, sendo elas: redação, matemática e leitura/interpretação de textos. Também há uma outra versão, o SAT Subjects, que testa conhecimentos específicos do candidato em áreas como línguas, história, física e química, sendo essa uma exigência de determinadas faculdades ou cursos.

O ACT nada mais é do que um teste semelhante ao SAT, mas que apresenta questões de múltipla escolha de áreas como matemática, inglês, ciências e interpretação de textos. Algumas universidades também exigem uma redação dos candidatos feita dentro deste exame.

As notas de todos esses exames podem te ajudar também a conseguir uma bolsa de estudos, dependendo de seu desempenho.

Outras Etapas

Embora menos comum, é possível que algumas universidades ainda solicitem como avaliação o envio de algumas redações, cartas de recomendação e queiram avaliar suas atividades extracurriculares. Se sua universidade dos sonhos tem esses pré-requisitos, entenda como eles serão analisados.

Redações

A redação normalmente é solicitada somente pelas universidades mais fortes do país. São utilizadas para conhecer mais sobre quem é o estudante e auxiliar a universidade a selecionar candidatos academicamente parecidos. Afinal, elas buscam alunos com perfil semelhante ao delas. Por isso, essa é a oportunidade de demonstrar sua personalidade, realizações e, especialmente, os projetos que participou e que ajudaram no seu desenvolvimento como pessoa.

Cartas de Recomendação

As cartas de recomendação também servem para a instituição conhecer um pouco mais sobre o perfil do aluno e suas experiências acadêmicas. Elas devem ser feitas por professores e coordenadores do colégio do estudante.

Atividades Extracurriculares

Atividades extracurriculares são todas as atividades que você faz fora de sala de aula que auxiliam no desenvolvimento pessoal, demonstrem liderança e engajamento com a comunidade ao seu redor. Alguns exemplos de atividades são trabalhos voluntários, participar de olimpíadas acadêmicas, organizar eventos beneficentes, entre outras possibilidades que façam sentido para o perfil do aluno.

Portfólio

Quando os cursos são voltados para artes, moda, design, fotografia, cinema entre outros do segmento artístico, a maioria das faculdades exigem que o estudante envie um portfólio com os seus melhores trabalhos. Essa é uma maneira de avaliar se os requisitos técnicos demandados pelo curso são atendidos ou não.

Quer saber mais?

Uma de nossas alunas, Ana Letícia, contou como está sendo a jornada dela em Mount Royal, confira o depoimento dela.

Se animou em fazer uma faculdade no exterior? Assine nossa newsletter e continue acompanhando conteúdos sobre o tema para maximizar suas chances de aprovação.



Comentários