Como os pais podem se planejar para arcar com os custos de uma faculdade no exterior? - Daquiprafora | Faculdade nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido

Como os pais podem se planejar para arcar com os custos de uma faculdade no exterior?

Uma das vantagens de fazer faculdade fora do Brasil é o diferencial que esse tipo de curso promove para a carreira dos jovens. Porém, é preciso elaborar um planejamento financeiro, já que os custos de estudos no exterior podem pesar no orçamento, se tudo não for bem calculado.

Mas não é impossível garantir ao seu filho uma educação de qualidade em uma instituição estrangeira. Você só precisa se organizar junto da sua família para que seja viável conciliar a formação lá fora ao seu padrão de vida.

Por isso, preparamos este artigo para te ajudar a entender como se planejar e não ter nenhuma dificuldade para organizar suas finanças durante esse período. Continue lendo e saiba o que deve ser feito para dar esse suporte tão importante ao seu filho, sem trazer impactos negativos ao orçamento.

A necessidade do planejamento financeiro

Para qualquer tipo de investimento que vamos fazer, é preciso, antes, avaliar a situação financeira para saber se de fato é possível ou não efetivá-lo. Em alguns casos, é necessário fazer um planejamento estratégico para que as metas e objetivos sejam alcançados.

Afinal, tudo aquilo que envolve somas em dinheiro precisa ser pensado de uma forma cautelosa, para que não haja imprevistos que venham interferir negativamente nos planos. E isso não muda quando o assunto são os custos de estudos no exterior.

Mesmo que a renda da família seja suficiente para arcar com as despesas durante todos esses anos, é fundamental que a situação financeira esteja muito bem programada. Isso garantirá o conforto do jovem que vai estudar fora e de quem ficará aqui no Brasil.

Fazer um planejamento financeiro para pagar uma faculdade estrangeira é muito importante para que você tenha total controle de seu orçamento. Isso te dará uma visão realista da sua renda e de como ela pode ser usada.

Afinal, precisamos considerar que se trata de um período longo no qual devem ser considerados diversos fatores diferentes que vão exigir um investimento. Esse é o caso da mensalidade, estadia, transporte, alimentação, livros e materiais acadêmicos, entre outros.

Portanto, para arcar com os custos de estudos no exterior para o seu filho, você precisa planejar-se e ter uma visão realista da sua situação financeira. E existem alguns detalhes que não podem ser esquecidos, veja-os a seguir.

Analise quanto poderá investir

Ao considerar trocar de carro, por exemplo, a primeira coisa que você deve fazer é ter em mente quanto pode aplicar no modelo novo, certo? O mesmo acontece na hora de arcar com os custos de estudo no exterior para o seu filho.

É fundamental que faça uma análise detalhada da sua situação financeira para que consiga mensurar o valor que pode dispor para esse investimento. Dessa forma, pode planejar com mais consistência os anos que o jovem ficará fora de casa.

Não há como dar um passo tão significativo sem saber onde está pisando. Então, avalie a renda da família sem esquecer nenhum detalhe. Essa é uma etapa fundamental que precisa ser feita de forma fiel à sua realidade. Assim, vocês definirão qual faculdade pode ser custeada e planejarão os anos de estudo sem comprometer a estabilidade das finanças.

Tenha comprometimento para economizar dinheiro

Infelizmente nem sempre é possível alcançar grandes metas sem fazer alguns sacrifícios, na verdade, na maioria das vezes é necessário um esforço conjunto para que se consiga atingir um grande objetivo.

Para que os custos de estudo no exterior não venham impactar negativamente as finanças, talvez seja necessária uma readequação da forma como o dinheiro é investido. Apesar de falarmos em sacrifício, é mais inteligente dizer que devemos deixar de gastar com supérfluos para nos dedicarmos a algo que realmente trará bons retornos.

Pagar uma faculdade fora do Brasil para o seu filho é um dos melhores investimentos que você pode fazer a ele e também à família de um modo geral. Por isso, se ele quiser cursar uma instituição cuja mensalidade é alta, talvez seja a hora de repensar os gastos e se comprometer a economizar dinheiro.

Lembrando que esse precisa ser um esforço conjunto, portanto, deve ser debatido em família para que todos compreendam a importância de apoiar o jovem que pretende estudar fora. O sacrifício deve partir de todos para que de fato se alcance a meta.

Motivar cada um dos membros é uma medida interessante e ela pode ser feita por meio de recompensas, como um passeio. Dessa forma, embora tenham deixado de gastar com alguns supérfluos, todos poderão desfrutar desse esforço conjunto e verão que valeu a pena.

Busque alternativas para fazer economia

Ao analisar a sua situação financeira você poderá se deparar com alguns detalhes que podem ser melhorados para que se consiga fazer um pouco de economia. Esse é o caso, por exemplo, do refinanciamento de uma dívida.

Se você tem um carro que ainda não está quitado, uma opção é vendê-lo e trocar por um modelo que traga menos despesas ou então refinanciá-lo para que a dívida fique menor. Também existe a possibilidade de fazer um empréstimo oferecendo um imóvel como garantia para desfrutar dos juros, que são muito próximos daqueles de financiamentos imobiliários.

Investir um valor mensalmente também é uma excelente forma de acumular patrimônio. Você pode escolher uma opção de aplicação que ofereça bons retornos e juros compostos que favoreçam uma multiplicação atrativa do valor inicial.

Uma alternativa também bastante interessante é trabalhar com cartão de crédito e acumular milhas. Você só precisa manter o controle daquilo que é gasto para não ficar com dívidas muito altas.

No mais, em detalhes do dia a dia e nos hábitos de consumo é possível fazer pequenas economias que juntas terão um grande impacto positivo no final. Cabe a você e sua família identificarem aquilo que pode ser economizado e se comprometerem com isso.

Duas estratégias que podem ajudar

Além de todas essas medidas que podem ser adotadas para você planejar as suas finanças e arcar com os custos de estudos no exterior, também existem outras duas opções. Elas podem fazer toda a diferença para que as suas estratégias sejam mais inteligentes e os impactos financeiros menores. Confira a seguir:

Considere a conquista de uma bolsa de estudos

Assim como aqui no Brasil, as universidades do exterior também oferecem bolsas de estudo atrativas aos estudantes que desejam ingressar nelas. Essa é uma excelente alternativa para reduzir os custos do curso ou até mesmo o jovem fazê-lo de graça.

Mas é claro que as bolsas precisam ser conquistadas por mérito, então, é importante se informar a respeito do processo de seleção para que seu filho possa se preparar e tentar um desses incentivos ao entrar em uma universidade estrangeira.

Conte com uma assessoria

Existem empresas que fazem a assessoria de jovens que pretendem estudar no exterior. Elas auxiliam tanto com o processo de seleção como acompanham toda a trajetória do jovem enquanto ele estiver fora.

Contar com uma delas é interessante para que você possa estar ciente de todo o processo e encontre alternativas que estejam mais adequadas a sua realidade financeira. Assim, fica mais fácil fazer esse investimento sem comprometer as finanças.

É perfeitamente possível arcar com os custos de estudos no exterior sem acumular dívidas por causa disso. Você só precisa ter consciência da sua situação financeira para planejar-se de uma forma estratégica. Nesse momento, é interessante ter o apoio de toda a família e contar com uma empresa de assessoria, pois ela faz toda a diferença ao tornar esse processo mais simplificado.

Gostou das dicas do nosso artigo? Então assine a nossa newsletter para ter acesso a mais conteúdos interessantes e úteis como este.



Comentários